Diário de Santa Faustina, 381

Numa meditação sobre a obediência, ouvi estas palavras: Nesta meditação, o sacerdote está falando excepcionalmente para ti. Fica sabendo que Eu tomo emprestada a boca dele. Procurava escutar tudo com maior atenção e aplicava tudo ao meu coração, como em toda a meditação. Quando o sacerdote disse que a alma obediente torna-se cheia do poder de Deus… Sim, quando és obediente, retiro-te a tua fraqueza e em compensação dou-te a Minha força. Fico muito admirado que as almas não queiram fazer esta troca Comigo. Eu disse ao Senhor: “Jesus, iluminai a minha alma, porque de outra forma também eu pouco compreenderei dessas palavras.”

Advertisements