O amor como força de Cura e Libertação

Escolhamos neste dia romper com o Mal, por meio do Amor!

“Não recuses favor a quem dele necessita, se está em teu poder fazê-lo. Não digas ao amigo: “Volta depois, amanhã eu te darei”, se podes atender logo.” (Prov. 3, 27-28)

Neste dia de hoje o convite que o Senhor nos faz é: Fazer o bem a quem pudermos. É amar o outro com um gesto concreto.

Quantas são as pessoas que nos rodeiam e sempre nos solicitam um favor: Se podemos emprestar algo, se podemos leva-los à algum lugar. Pessoas batem em nossos portões pedindo um prato de comida, um copo de água, e as vezes nem isso temos a coragem de dar. Olhamos pela janela e vemos o pobre em nosso portão, e somos capazes de ficar dentro de casa até que este vá embora.
Não vamos nos esquecer que Jesus pode estar “disfarçado” naquele pobre, e O deixamos lá, esperando e sozinho. Eu acredito que por muitas vezes Jesus se “disfarça” e vem até nós de várias maneiras, e não quero nem pensar nas vezes em que eu já O rejeitei…

O convite deste dia é para fazermos o bem que nos é possível no hoje, no agora, seja para quem for! É assim que a Palavra de Deus nos inspira: “Não recuses favor a quem dele necessita, se está em teu poder fazê-lo. Não digas ao amigo: “Volta depois, amanhã eu te darei”, se podes atender logo.” (Prov. 3, 27-28)

O amor, um sorriso, um abraço tem o poder de libertar uma pessoas das forças do demônio!

Para terminar e motivar você neste dia ao amor, vou contar um testemunho pessoal que vivi:

Estava eu rezando por uma mulher em um dos nossos encontros de Cura e Libertação com Padre Rufus Pereira aqui em Cachoeira Paulista, e me lembro que era um caso no qual outras pessoas já haviam rezado e não tinham conseguido muita evolução no caso daquela mulher, por se tratar de forte ação Diabólica…
Até que vi o caso dela e decidi rezar por esta mulher. Vi que de fato era um caso grave, mas que infelizmente o Acampamento de Cura e Libertação estava acabando, e esta mulher precisaria voltar para casa dela, e infelizmente parecia que não conseguiria ser liberta.
Fui tomado de um sentimento de compaixão por esta mulher, que acho que nunca senti por ninguém daquela forma. Pois eu via a luta dela para se libertar do Demônio, mas ao mesmo tempo via que ela também já estava exausta e não conseguia mais reagir…Então eu falei para Jesus que não sabia mais o que fazer…E era verdade, já tinha usado de tudo aquilo que eu sabia e que a minha experiência me permitia…
E mesmo ainda tomada pelo demônio, eu me abaixei e abracei aquela mulher. Fiquei por alguns minutos somente abraçado com ela, e quando eu menos esperava, esta mulher estava completamente liberta do Demônio. Sei que ela tinha sido liberta, dava para ver nos seus olhos que ali o demônio não mais estava agindo sobre ela. Fizemos uma breve oração de renuncia e louvamos a Deus por aquele momento.

Sei que o poder da compaixão libertou aquela mulher do demônio! Agindo Deus, quem o impedirá?!

Portanto, sejamos neste dia a força do amor e da compaixão de Deus que age para o bem do outro!

Deus abençoe voce!

Anúncios