O Senhor não abandona a aliança que fez com Seu povo

O Senhor fez uma aliança conosco, por isso, sempre está ao nosso lado, independente de nossas faltas

A Palavra meditada está em Jeremias 31,31-34:
Um dia chegará – oráculo do Senhor –, quando hei de fazer uma nova aliança com a casa de Israel e a casa de Judá. Não será como a aliança que fiz com seus pais quando pela mão os peguei para tirá-los do Egito. Essa aliança eles quebraram, mas continuei senhor deles – oráculo do Senhor. Esta é a aliança que farei com a casa de Israel a partir daquele dia – oráculo do Senhor, colocarei a minha lei no seu coração, vou gravá-la em seu coração; serei o Deus deles, e eles, o meu povo. Ninguém mais precisará ensinar seu irmão, dizendo-lhe: ‘Procura conhecer o Senhor! Do menor ao maior, todos me conhecerão – oráculo do Senhor’. Já terei perdoado suas culpas, de seu pecado nunca mais me lembrarei”.

O Senhor não abandona a aliança que fez com Seu povo

Foto: Arquivo/cancaonova.com

Deus nunca abandona a aliança que fez conosco, independente de nossa infidelidade. A partir do momento que abandonamos o Senhor, privamo-nos de Sua graça. Quantas vezes abandonamos Deus por revoltas e, mesmo assim, o Senhor não desiste de nós.

Qual tipo de aliança o Senhor faz conosco?

Ele nos diz: “Colocarei a minha lei, a minha orientação, a minha direção em vossos corações”. Muitos querem respostas e orientações, mas não se colocam para escutar aquilo que o Senhor quer falar. O dom de ciência não é dom de adivinhação, mas um carisma dado por Deus.

A lei de Deus é uma orientação para nossas vidas. O Espírito Santo habita em nosso coração e todas as vezes que lutarmos para fazer aquilo que é certo, nunca nos faltará a Palavra de Deus para nos direcionar.

Aquele que é de Deus tem a marca d’Ele. Um dos maiores títulos que podemos ter é as pessoas nos olharem e falarem: ‘Essa pessoa é de Deus’. No dia em que realmente abrirmos nosso coração ao Senhor ninguém precisará nos mostrar onde O procurar.

Como batizados, propaguemos a mensagem de Deus. O único remédio para curarmos nosso rompimento com a graça do Senhor é colocarmos mais graça em tudo o que fazemos. Mergulhemos na sua graça, façamos do nosso dia a dia uma constante oração.

Como manter-se constantemente em oração?

Façamos de Deus um grande amigo, peçamos que Ele nos mostre qual é a Sua vontade para nossa vida. Quantas vezes queremos apagar as coisas que fizemos, mas para que isso aconteça é preciso confissão e perdão.

No pecado, a graça se manifesta com mais força. Sabemos onde é o fundo do nosso poço, e mesmo desacreditando da nossa salvação, o Senhor não desacredita de nós.

Infidelidade se cura com fidelidade

Proclamemos que somos inteiramente de Deus e independente do que fizermos, Ele não deixa de ser nosso Senhor. Libertemos nosso coração pela graça do perdão que nos é concedido pelo Pai.

Quando o remorso bate em nossa consciência, uma porta se abre e ela é a confissão. Pela confissão, o arrependimento liberta nosso coração e Deus vem com Seu Espírito Santo sobre nós, dando rumo a nossa vida.

Quando nos perdemos, ou seja, distanciamo-nos do Senhor, não perdemos nosso valor para Ele. O Pai tem estado à nossa procura e hoje nos encontrou. Só Deus pode mostrar o que em nossa vida tem nos adoecido. Não adianta combatermos os sintomas que nos destrói se não direcionarmos a Ele nossa vida.

Só Deus pode tirar o coração de pedra

O remorso sem Deus nos leva ao desespero e à morte, mas o remorso com Ele leva à confissão e ao perdão. Nada alivia tanto nosso coração quanto reconhecermos nossos pecados e pedirmos perdão a Ele por nossas faltas.

Márcio Mendes
Missionário da Comunidade Canção Nova

Anúncios