São Bernardo de Claraval, os anjos e a oração verdadeira 

Domínio Público

Em uma noite, enquanto Bernardo rezava em uma Igreja, teve uma visão:

    – Ao começar a cerimônia, vi descer do céu uma multidão de anjos. Cada anjo se colocou ao lado de um dos fiéis presentes; cada um abriu um livro e começaram a escrever. Percebi que alguns anjos escrevia com letras de ouro; outros, com letras de prata; outros com tinta; e outros com água.

Então, Bernardo perguntou:

    –  Por que vocês não escrevem com o mesmo material?

Um dos anjos explicou para ele:

    – Escrevemos com ouro as orações feitas com amor; com prata, as orações feitas com fé; com tinta, as orações feitas com atenção; com água, as orações feitas só com os lábios.

Fonte:ChurchPOP

Anúncios