Diário de Sta. Faustina, 895

Hora da Misericórdia:

Hoje não tinha vontade de escrever; então ouvi uma voz na alma: Minha filha, não vives para ti, mas para as almas ; escreve para o proveito delas. Sabes que a Minha vontade quanto a escrever já te foi confirmada tantas vezes pelos confessores. Conheces o que Me agrada mais e, se tens dúvida quanto às Minhas palavras sabes que deves perguntar – concedo-lhe luz, para que julgue a Minha causa. O Meu olhar vela por ele. Minha filha, deves ser, diante dele, como uma criança, cheia de simplicidade e sinceridade . Põe a opinião dele acima de todas as Minhas exigências, e ele te conduzirá de acordo com a Minha vontade. Se não permitir que executes as Minhas ordens, fica tranquila, não te julgarei; esse assunto ficará entre Mim e ele – tu só tens a obrigação de ser obediente.
JESUS, EU CONFIO EM VÓS!

A imagem pode conter: 1 pessoa
Anúncios