Quando termina a Quaresma?

quando_termina_a_quaresma

A Quaresma é um Tempo Litúrgico que está dentro do grande Ciclo Pascal. Inicia-se com a Quarta-Feira de Cinzas e se prolonga até a Quinta-Feira Santa, na Missa da Santa Ceia (exclusive), ou seja, essa Missa Vespertina já não faz parte da Quaresma, mas sim do Tríduo Pascal. Eis o que diz a Carta apostólica de Paulo VI, quando aprovou as Normas Universais do Ano Litúrgico e o novo Calendário Romano geral: “O tempo da Quaresma vai de Quarta-feira de Cinzas até a Missa da Ceia do Senhor, exclusive” (n. 28).

A Carta Circular da Congregação para o Culto Divino, “Paschalis Solemnitatis”, de 1988, esclarece de forma teológica o Tempo Quaresmal e o Tríduo Pascal: “Na Semana Santa, a Igreja celebra os mistérios da salvação, levados a cumprimento por Cristo nos últimos dias da sua vida, a começar pelo seu ingresso messiânico em Jerusalém. O tempo quaresmal continua até à Quinta-feira Santa. A partir da missa vespertina, “in Cena Domini”, inicia-se o tríduo pascal, que abrange a Sexta-feira Santa “da Paixão do Senhor” e o Sábado Santo, e tem o seu centro na vigília pascal, concluindo-se com as vésperas do domingo da ressurreição”.

“… finda-se a Quaresma na Quinta-Feira Santa, antes da Missa da Ceia do Senhor (Lava-Pés)”. 

Mas algumas dúvidas podem surgir. Em muitos lugares, há o costume de se pensar que o fim da Quaresma se dá com o Domingo de Ramos ou com o Sábado Santo, na Vigília Pascal. Na realidade, como se explicou acima, finda-se a Quaresma na Quinta-Feira Santa, antes da Missa da Ceia do Senhor (Lava-Pés). Então, não seriam 44 dias? Bem, tradicionalmente a Quaresma era contada da Quarta-Feira de Cinzas até o Sábado de Aleluia, somando-se 46 dias. Entretanto, excluindo-se os 6 domingos que não são dias com caráter penitencial, tem-se o número de 40 dias.

Quaresma é um termo que vem do Latim: “Quadragesima Dies”, ou seja, o quadragésimo dia ANTES da Páscoa, que é a Quarta-Feira de Cinzas (Feria Quarta Cinerum). Deste dia até o Sábado Santo, temos 46 dias, menos os 5 domingos da Quaresma e o Domingo de Ramos, vivemos um tempo de 40 dias com caráter penitencial, conforme explicado acima. Pode parecer repetitivo, mas é importante salientar que os domingos nunca foram caracterizados como dias penitenciais, mas, mesmo assim, não se pode quebrar o ritmo dos jejuns e penitências até a Quinta-Feira Santa à tarde, para que todo este Tempo Litúrgico tenha uma perfeita eficácia na conversão dos corações.

Anúncios