Oração aos santos novos mártires

Ó novos mártires, assassinados durante a Adoração enquanto entramos nos dias mais santos dos nossos: estais agora na presença dos santos antigos. Nós vos pedimos que, perante o trono do Onipotente, intercedais por nós. Mais uma vez elevamos a vista ao mistério em que a humanidade, ao princípio, foi chamada ao ser e, depois, entrou em contato com a realidade do Único Deus: ao mistério em que todos, um dia, seremos finalmente revelados.

Hoje nos perguntamos por que a nossa atenção se volta sempre a essa região martirizada, onde a dor tem origem numa força maléfica tão velha quanto o Éden. Sabemos que Jesus Cristo venceu a morte e o mal, mas reconhecemos que as vitórias só vêm por meio da Cruz; e nós, em espírito, as compartilhamos convosco. Em presença da Perfeita Sabedoria, do Santo e Onipotente que concede tudo o que é Verdadeiro, ensinai-nos a rezar com palavras que tragam a paz, se a paz é possível, ou a rezar com palavras de pura adoração, contrição e confiança se a paz não for possível.

Orai para que aprendamos a dar a paz que procuramos.

Orai para que deixemos de lado tudo o que é irrelevante e, olhando sempre para o Oriente, preparemos nosso espírito para o chamado que pode nos tocar.

Maria, Mãe de Deus, rogai por nós.

São Miguel Arcanjo, rogai por nós.

São João Batista, o Precursor, rogai por nós.

São Charbel Makhlouf, rogai por nós.

Santas Mariam Baouardy e Marie-Alphonsine da Palestina, rogai por nós.

Beato Charles de Foucauld, rogai por nós.

Todos vós, santos e santas, rogai por nós.

Amém. Amém.

Anúncios