Diário de Santa Faustina, 101

“Jesus, só Vós sabeis como a alma geme nesses suplícios, envolvida pelas trevas, e, no entanto, deseja a Deus e anseia por Ele, como os lábios ressequidos [anseiam] pela água. Ela morre e resseca, morre de uma morte sem morte, isto é, não pode morrer. Os seus esforços nada significam; encontra-se sob uma mão poderosa. Agora, a alma encontra-se já em poder do Justo: cessam todas as tentações exteriores, cala-se tudo que a circunda, da mesma forma que para o agonizante desvanece tudo o que o cerca. – A sua alma inteira está exposta ao poder de Deus justo e três vezes Santo. – Rejeitada pelos séculos. – Esse é o momento culminante e somente Deus pode provar a alma dessa maneira, porque somente Ele sabe o que ela pode suportar.”

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e close-up
Anúncios