Diário de Santa Faustina, 423

“Por tudo, a minha alma louva ao Senhor e glorifica a Sua misericórdia, porque Sua bondade não tem fim. Tudo passará, mas a Sua misericórdia não terá limites nem fim, e embora a maldade tem sua medida, na misericórdia não há medida.”

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé
Anúncios