Ele virou “mensageiro” de Jesus depois de ser curado de um câncer

Um forte testemunho sobre o poder da Eucaristia

Eu conheci um incansável Ministro Extraordinário da Eucarística.No fim de semana, fui ajudar num templo que fica fora da cidade, pois o padre de lá ficou doente. Comecei cedo, com a missa das seis da manhã. Sr. Lalo logo veio se apresentou a mim:

– Padre, sou ministro da Eucarística e vou visitar 16 enfermos. Poderia me dar as hóstias?

– Com muito gosto! Só vou consagrá-las e já te entrego.

Ao terminar a missa, passei-lhe as hóstias e ele rapidamente saiu para levá-las aos doentes. Eu me surpreendi com o entusiasmo do Sr. Lalo. Parecia que os pés dele voavam para levar Cristo a quem não podia ir ao templo.

Continuei com as cerimônias da manhã. Antes de terminar a missa do meio dia, vi o Sr. Lalo novamente. Ele estava entrando na capela e, na hora da comunhão, me perguntou: “Padre, estão faltando 11 enfermos. Poderia me dar mais hóstias?” Eu o entreguei e ele saiu para terminar a visitação.

Na última Missa, ele apareceu outra vez. Agora, com a esposa, filhos e netos. Ao terminar a celebração, eu não resisti e o chamei. Agradeci por ter visitado tantos enfermos e expressei que eu estava surpreendido com o seu entusiasmo e a bondade por ter doado todo o seu domingo para o Nosso Senhor e a todos que precisavam. O que eu escutei de Sr. Lalo foi um testemunho tão impactante que eu quero reproduzi-lo por completo.

 “Padre, não há nada para agradecer. Simplesmente estou fazendo algo a quem me devolveu a vida e me deu saúde. Há três anos, sentia que o mundo desabava em cima de mim, tinha dores terríveis em todo o corpo. No começo, não sabiam o que eu tinha. Até que me deram a notícia de que era câncer na coluna vertebral.

Minha vida veio abaixo. Caí em uma profunda depressão, desisti do meu trabalho e não queria que ninguém me visitasse. Mas a ministra Rosita insistia tanto que eu acabei recebendo-a. Depois disso, passei a receber a Santa Comunhão todas as semanas.

De lá pra cá tudo mudou: todo domingo, eu ficava esperando para receber o corpo de Cristo. Com os dias, comecei a notar que, quando eu comungava, eu começava a mudar de dentro para fora. Eu me enchia de alegria e fortaleza, sentia-me mais amado e acompanhado pelo próprio Deus. Parecia que o meu câncer já não era mais tão terrível.

Lembro-me muito bem do dia em que, orando, eu disse a Deus: ‘Tanto tempo de vida e só agora, em meio a uma doença, eu posso te sentir ao meu lado. Gostaria muito de estar saudável para te levar onde estejam te esperando. Estou certo que o senhor mudará a vida deles, como mudou a minha’. E Nosso Senhor levou meus desejos a sério.

Em três meses, eu já não sentia nenhuma dor e os médicos não sabiam explicar o que tinha acontecido: ‘Parece que foi um milagre. Você já não tem mais câncer. Agora, pode ir aonde quiser…’

Para mim, não era o médico que dizia, era Jesus Eucarístico que me lembrava: “te dei a saúde para irmos juntos visitar todos os que precisam…’

Padre, é por isso que estou tão feliz, sem câncer e cumprindo a minha promessa com Ele. Enquanto eu tiver força, irei visitar a todos os que estiverem como eu fiquei: sem saúde, sem ânimo, sem vontade de viver. Quero que eles saibam que não estão sozinhos, porque têm um Deus grande e forte, que pode ajudá-los”.

Que testemunho maravilhoso! Enquanto falava, eu sorria de alegria ao comprovar que Cristo está realmente presente na Santa Hóstia que tomo diariamente entre as minhas mãos. Eu me arrependia da minha falta de fé, sobretudo quando sentia que o caminho era difícil.

Agora eu percebo que tudo foi tão complicado porque eu caminhava sozinho… Se eu tivesse deixado Cristo Eucarístico me acompanhar a cada instante, tudo tinha sido mais simples.

Meu coração me dizia que, assim como o Bom Jesus deu outra oportunidade a Sr. Lalo, também dará a mim, para que eu viva cada Eucaristia como o acontecimento extraordinário que ela realmente é, e para lembrar a todos os doentes de corpo ou alma que eles não estão sozinhos; que o melhor remédio é a Santa Comunhão.

Aproveito para agradecer a todos os Ministros Extraordinários da Comunhão que, com alegria e gratuidade, ajudam a aproximar o Cristo dos enfermos. Deus os abençoe muito!

http://www.padresergio.org

Anúncios