Desvendado o mistério da relíquia de Dom Bosco furtada na Itália

Polícia trabalhava com hipóteses de satanismo e pedido de resgate

A polícia de Asti, norte da Itália, recuperou a relíquia de Dom Bosco furtada recentemente da basílica de Castelnuovo. Trata-se de uma ampola que contém parte do cérebro do santo fundador dos salesianos.

A investigação considerava as hipóteses de satanismo e furto com o fim de exigir resgate. Este último acabou sendo o motivo confirmado. O ladrão, de 42 anos e com antecedentes criminais, pretendia obter uma relevante quantia em dinheiro pelo relicário que julgava ser de ouro maciço. Depois de uma incursão prévia na basílica visando preparar o golpe, ele furtou o relicário na noite de 2 de junho, após a celebração eucarística.

O pe. Francesco Cereda, vigário do reitor maior dos salesianos, manifestou a alegria da comunidade com a recuperação da relíquia do fundador: “Demos um suspiro de alívio. A ampola de vidro que contém a relíquia está intacta”.

O arcebispo de Turim, dom Cesare Nosiglia, também se pronunciou: “Queira São João Bosco perdoar esta pessoa e infundir nela o arrependimento necessário para encontrar a paz e a serenidade do coração, além do desejo de não cometer mais atos como este”.

Anúncios

Deixe seu comentário, pedido ou sugestão aqui sobre o post

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s