A reparação do Coração Imaculado

A Devoção Reparadora dos Cinco Primeiros Sábados é parte integrante da Mensagem de Fátima, pois em Fátima em 1917, Nossa Senhora nos pediu reparação e prometeu que viria pedir a Comunhão reparadora nos primeiros sábados. Quando a Ir. Lúcia era postulante em Pontevedra-Espanha, a Virgem Santíssima lhe apareceu com o menino Jesus, dando origem a esta Devoção que consiste em reparar o seu Coração Imaculado ferido por nossos pecados.

Vejamos a origem desta devoção narrada e experienciada pela própria Ir. Lúcia, que ao contar refere-se a ela mesma:

“Dia 10-12-1925, apareceu-lhe a SS. Virgem e, ao lado, suspenso em uma nuvem luminosa, um Menino. A SS. Virgem, pondo-lhe no ombro a mão e mostrando, ao mesmo tempo, um coração que tinha na outra mão, cercado de espinhos. Ao mesmo tempo, disse o Menino: Tem pena do Coração de tua SS. Mãe que está coberto de espinhos que os homens ingratos a todos os momentos Lhe cravam sem haver quem faça um ato de reparação para os tirar.

Em seguida, disse a SS. Virgem: – Olha, minha filha, o Meu Coração cercado de espinhos que os homens ingratos a todos os momentos Me cravam, com blasfêmias e ingratidões. Tu, ao menos, vê de Me consolar e diz que todos aqueles que durante 5 meses, ao 1° sábado, se confessarem, recebendo a Sagrada Comunhão, rezarem um Terço e Me fizerem 15 minutos de companhia, meditando nos 15 mistérios do Rosário, com o fim de Me desagravar, Eu prometo assistir-lhes, na hora da morte, com todas as graças necessárias para a salvação dessas almas” (In Memórias da Ir. Lúcia p. 192).

As cinco ofensas ao Coração de Maria

Arquivo CN/ cancaonova.com

Passado algum tempo, numa noite em que a Ir. Lúcia estava em oração na Capela, Jesus lhe revelou a razão de ser cinco primeiros sábados e como a vivência desta espiritualidade Lhe agrada e atrai sobre nós a Sua misericórdia. Ele lhe disse: “Minha filha, o motivo é simples: são cinco as espécies de ofensas e blasfêmias proferidas contra o Imaculado Coração de Maria.

1 – As blasfêmias contra a Imaculada Conceição;

2 – Contra a sua Virgindade;

3 – Contra a maternidade Divina, recusando, ao mesmo tempo, recebê-La como Mãe dos homens;

4 – Os que procuram publicamente infundir nos corações das crianças, a indiferença, o desprezo e até o ódio para com esta Imaculada Mãe;

5 – Os que a ultrajam diretamente nas suas sagradas imagens.

Eis, minha filha, o motivo pelo qual o Imaculado Coração de Maria Me levou a pedir esta pequena reparação; e, em atenção a ela, mover a Minha misericórdia ao perdão para com essas almas que tiveram a desgraça de A ofender. Quanto a ti, procura sem cessar, com as tuas orações e sacrifícios, mover-Me à misericórdia para com essas pobres almas” (Carta da Ir. Lúcia ao Pe. José Bernardo Gonçalves, SJ, 12-Jun-1930 – No livro A Grande Promessa pp 31-32).

Vivamos a espiritualidade reparadora!

Os três primeiros ultrajes são contra os dogmas da Virgem Maria: A sua Imaculada Conceição, a sua Virgindade perpétua e a sua Maternidade Divina.

Verificamos que é o próprio Jesus que se preocupa em mostrar a gravidade de tais pecados contra a Sua Santíssima Mãe para que cessem todas estas ofensas e façamos atos de reparação, em desagravo ao seu Imaculado Coração. A partir da Ir. Lúcia, Jesus pede a cada um de nós que coloquemos todo o nosso empenho em viver esta espiritualidade reparadora.

O Santuário do Pai das Misericórdias acolheu este pedido de Jesus e de Maria Mãe e convida a você à participar deste momento mariano em cada primeiro sábado do mês. Neste mês de agosto, o primeiro sábado será no dia 5, excepcionalmente às 14h.

Viveremos esse momento da Devoção Reparadora dos Cinco Primeiros Sábados, iniciando as 14h, com a oração do Terço, depois faremos uma catequese sobre a Mensagem de Fátima; em seguida, os 15 minutos de Meditação da Palavra. Às 16h, teremos Missa votiva a Nossa Senhora. Para confessar-se, o peregrino pode ir aos nossos confessionários, ou onde lhe for mais acessível.

Em cada ato reparador, devemos colocar a intenção de reparar o Imaculado Coração de Maria.

Na aparição de junho de 1917 em Fátima Nossa Senhora disse: “ Deus quer estabelecer no Mundo a devoção ao Meu Imaculado Coração. A quem a abraçar, prometo a salvação, e serão queridas de Deus estas almas, como flores postas por Mim a adornar o Seu trono.” (In Memórias da Ir. Lúcia p. 192).

Que numa atitude de amor e gratidão a Nossa Senhora e a Nosso Senhor, possamos acolher este pedido que Eles nos fizeram. Certamente Eles farão de nós almas reparadoras que buscam através da oração e da penitência, consolar o Seus Corações. Então se cumprirá a promessa de alcançarmos a salvação eterna, já usufruindo desta graça, enquanto caminhamos para a pátria celeste.

Áurea Maria,
Comunidade Canção Nova

Anúncios