( Diário, 294)

Em determinado momento o Senhor me disse: Procede como um mendigo, que, quando recebe uma esmola maior, não a recusa, mas antes a agradece efusivamente; também tu, se te concedo graças maiores, não te escuses dizendo que és indigna delas. Eu sei disso; mas antes, fica feliz e alegra-te e tira tantos tesouros do Meu Coração, quantos puderes carregar, porque então Me agrada mais. E digo-te ainda uma coisa: extrai essas graças não apenas para ti, mas também para o próximo, isto é, encoraja as almas com as quais convives à confiança na Minha infinita misericórdia. Oh! quanto amo as almas que têm plena confiança em Mim! Tudo farei por elas.

A imagem pode conter: 1 pessoa, área interna