A consagração a Maria e o Reino de Cristo

O Reino da Virgem Maria e de Jesus Cristo se estabelecerão extraordinariamente no mundo através da consagração total.

O Reino da Virgem Maria e de Jesus Cristo se estabelecerão no mundo de forma extraordinária através da consagração total.

Jesus Cristo Rei do Universo

A consagração a Virgem Maria tem uma eficácia extraordinária para estabelecer no mundo o Reino de Jesus Cristo. Mas, depois de celebrar a Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo Rei do Universo, em dias nos quais as trevas parecem reinar, podemos nos perguntar: onde está o Senhor dos Céus e da Terra? Onde está o Reino de Deus? Em resposta aos seus discípulos, Jesus disse: “O Reino de Deus não virá de um modo ostensivo. Nem se dirá: Ei-lo aqui; ou: Ei-lo ali”1. Com isso, o Mestre nos ensina que o Seu Reino não pode ser visto com os olhos da carne, nem localizado, e possamos dizer: o Reino de Deus está aqui, ou está ali. Mas, Ele pode ser visto com olhos espirituais, “pois o Reino de Deus já está no meio de vós”2, disse o Senhor. No original em grego desta passagem, encontramos a palavra entós, que foi traduzida para o latim intra, que significa dentro. Então, nestas traduções mais antigas, Jesus diz: “o Reino de Deus está dentro de vós”. Esta realidade interior do Reino de Deus mudou para sempre a vida de Santo Agostinho, grande Bispo e Doutor da Igreja, que ficou conhecida no seu livro “Confissões”, no qual escreveu estas célebres palavras: “Tarde te amei, ó beleza tão antiga e tão nova, tarde te amei! Eis que estavas dentro e eu fora”3. Agostinho descobriu que o Reino de Deus estava dentro dele, mas não O encontrava, porque ele O buscava com os olhos da carne e não com os do espírito. Ele somente encontrou Jesus Cristo, o Autobasiléia, ou Reino de Deus em pessoa4, quando seu espírito foi iluminado pela Palavra de Deus e pela ação do Espírito Santo. Dessa forma, compreendemos que o Rei do Universo está dentro de nós. No entanto, o que fazer para que Jesus Cristo reine em nossos corações?

O Reino de Cristo como consequência do Reino da Virgem

O Reino da Virgem Maria e de Jesus Cristo se estabelecerão no mundo de forma extraordinária através da consagração total.

Nossa Senhora Rainha

Em nossos dias, marcados por uma sensibilidade ecumênica, notamos cada vez mais a valorização da Palavra de Deus, para que a semente do Reino de Deus seja plantada nos corações5. Vemos também em nossas comunidades uma crescente valorização da Liturgia e da adoração ao Santíssimo Sacramento como momentos de encontro com Jesus Cristo, o Reino de Deus em pessoa. Verificamos ainda o florescimento cada vez maior da devoção a Santíssima Virgem Maria como caminho que leva a Jesus Cristo, tema que queremos tratar mais longamente, a partir da doutrina de São Luís Maria Grignion de Montfort, no seu livro “Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem”. Segundo o Santo, o Reino de Jesus Cristo se estabelecerá no mundo, e também em nossos corações, como consequência necessária do Reino da Virgem Maria, pois ela deu o Filho de Deus ao mundo a primeira vez, e há de fazê-lo resplandecer em sua glória na segunda vinda6. A este respeito, convém esclarecer que a Virgem Maria é Rainha do Céu e da Terra por graça7 e que Jesus Cristo é Rei do Universo por natureza e por conquista8. Deus quis “começar e acabar as suas maiores obras pela Virgem Santíssima depois de a formar, digo que é de crer que não mudará de procedimento em todos os séculos9. Ele é Deus e não muda nem nos Seus sentimentos nem na sua conduta”10. Na “plenitude dos tempos”11, “foi pela Santíssima Virgem Maria que Jesus Cristo veio ao mundo, e é também por Ela que deve reinar no mundo”12.

A Virgem Maria é Rainha dos nossos corações

Como vimos anteriormente, o Reino de Jesus Cristo consiste principalmente no coração, no no nosso interior, segundo nos diz a Palavra de Deus: “O Reino de Deus está dentro de vós”13. Santo Agostinho chega a dizer que o Senhor é “superior summo meo et interior intimo meo – maior do que o que há de maior em mim e íntimo do que o que há de mais íntimo em mim”14. Da mesma forma, o Reino da Santíssima Virgem está também em nosso interior, no mais íntimo da nossa alma15. Segundo São Luís Maria, é especialmente nas nossas almas que Nossa Senhora é mais glorificada com seu Filho Jesus Cristo, mais do que em todas as criaturas visíveis, por isso, “podemos chamá-la, com os santos, Rainha dos corações”16. Em vista da sua maternidade espiritual, esta Rainha “recebeu de Deus um grande poder sobre as almas dos eleitos”17. Por graça, Nossa Senhora pode: fazer em nós sua morada, formar, alimentar e gerar para a vida eterna como nossa Mãe; receber-nos por sua herança e parte que lhe cabe; formar-nos em Jesus Cristo e a Jesus Cristo em nós; lançar nos nossos corações a raiz das suas virtudes e ser a companheira inseparável do Espírito Santo nas obras de sua graça18. Entretanto, a Mãe de Deus “não pode, repito, fazer tudo isto se não tiver direito e poder sobre as suas almas. Por singularíssima graça, o Altíssimo, tendo-lhe dado o poder sobre o seu Filho Único e natural, lho deu também sobre os Seus filhos adotivos, e isto não somente quanto ao corpo, o que seria pouco, mas também quanto à alma.”19.

Os efeitos do Reino da Virgem Maria em nossas almas

Quando nos consagramos de corpo e alma a Santíssima Virgem, ela comunica-se a nós para glorificar o Senhor, o seu espírito ocupará o lugar do nosso para se regozijar no Senhor, seu Salvador20, desde que sejamos fiéis às práticas desta devoção. Santo Ambrósio, Bispo e Doutor da Igreja do século IV, já falava desta presença de Nossa Senhora nas almas: “Que a alma de Maria esteja em cada um para glorificar o Senhor; que o espírito de Maria esteja em cada um para se alegrar em Deus”21. São Luís Maria esperou ansiosamente por este Reino da Virgem Maria nas almas: “Ah! Quando virá esse feliz tempo – diz um santo homem dos nossos dias, todo perdido em Maria – Ah! Quando chegará esse feliz tempo em que Maria Santíssima será constituída Senhora e Soberana dos corações, para os submeter plenamente ao Império do seu Grande e Único Amor, Jesus?! Quando é que as almas respirarão Maria como os corpos respiram o ar?! Acontecerão então coisas maravilhosas neste pobre mundo. Porque o Espírito Santo, encontrando a sua amada Esposa reproduzida nas almas, descerá abundantemente sobre elas, plenificando-as de Seus dons, particularmente do dom da sabedoria, para nelas operar maravilhas de graça. Meu querido irmão, quando virá esse tempo feliz, esse século de Maria, em que muitas almas escolhidas e obtidas do Altíssimo por Maria, perdendo-se a si mesmas no abismo do interior d’Ela, se tornarão cópias vivas de Maria, para amar e glorificar a Jesus Cristo? Esse tempo só virá quando a Devoção que ensino for conhecida e praticada: ‘Para que venha o Vosso Reino, ó Jesus, venha o Reino de Maria!’”22.

A consagração a Virgem Maria e o Reino de Jesus Cristo

Assim, o Reino de Jesus Cristo se estabelecerá e crescerá em nossos corações, como consequência necessária do Reino da Virgem Maria23. Esta dinâmica da Mãe de Deus “formar-nos em Jesus Cristo e a Jesus Cristo em nós”24, que se dá pela ação do Espírito Santo, não está de forma alguma separada da ação da Palavra de Deus e da Eucaristia em nossas almas. Quanto mais acolhemos, meditamos a Palavra e rezamos com Ela, mais a Virgem forma-nos em Jesus e Jesus em nós. Quanto mais nos aproximamos de Jesus Cristo, na Santa Missa e na adoração ao Santíssimo Sacramento, mais a Mãe de Deus forma-nos em Cristo e Cristo em nós. Entretanto, este estabelecer-se do Reino de Deus em nós ganhará extraordinária eficácia com a consagração total a Jesus por Maria. Não duvidemos da força desta devoção, pois Maria produziu, com o Espírito Santo, a maior maravilha que já existiu e jamais existirá outra igual: Jesus Cristo, o Homem-Deus. Consequentemente, a Mãe da Igreja também produzirá as coisas mais admiráveis que hão de existir nos últimos tempos25. A este respeito, São Luís Maria profetiza que: “A formação e educação dos grandes santos, que hão de vir no fim do mundo, estão-lhe reservadas, pois só esta Virgem Singular e Miraculosa pode produzir, em união com o Espírito Santo, coisas singulares e extraordinárias”26. Como não enxergar nessa profecia os grandes santos dos últimos tempos, como Santa Teresinha, São João Bosco, São Pio de Pietrelcina, São João Paulo II. Estes e muitos outros grandes santos dos últimos séculos se consagraram e, com maravilhosa eficácia, estabeleceu-se o Reino de Jesus Cristo e da Virgem Maria em seus corações. Nos consagremos, para que o Reino de Jesus e de Maria se estabeleça e cresça de forma também extraordinária em nossos corações. Nossa Senhora de Fátima, rogai por nós!

Natalino Ueda, servo inútil de Jesus em Maria.

Referências:

1 Lc 17, 20b-21a.

2 Lc 17, 21b.

3 SANTO AGOSTINHO. Confissões, Lib. 7,10. 18; 10,27: CSEL 33,157-163.255.

4 PAPA BENTO XVI. Jesus de Nazaré: do Batismo no Jordão à Transfiguração, p. 59. Citação do Santo Padre do pensamento de Orígenes.

5 Cf. Mc 4, 26.

6 Cf. TVD 262.

7 Cf. idem, 38. À Santíssima Virgem foi concedida a graça da participação no Mistério da Redenção e no Reino de Jesus Cristo, como Rainha dos Céus e da Terra.

Idem, ibidem. Jesus Cristo é Rei do Universo por natureza, porque é uma das pessoas da Santíssima Trindade, e por conquista, no Mistério da Salvação da humanidade.

9 Cf. Rm 11, 29.

10 TVD 15.

11 Gal 4, 4.

12 TVD 1.

13 Lc 17, 21.

14 CONCÍLIO VATICANO II. Catecismo da Igreja Católica, §300.

15 Cf. TVD 38.

16 Idem, ibidem.

17 Idem, 37.

18 Idem, ibidem.

19 Idem, ibidem.

20 Cf. Lc 1, 46-47.

21 TVD 217. Palavras de Santo Ambrósio, citadas por São Luís Maria, cf. Lc 1, 46-55.

22 Idem, ibidem.

23 Cf. TVD 262.

24 Idem, 37.

25 Cf. idem, 35.

26 Idem, 35.

Natalino Ueda é brasileiro, católico, formado em Filosofia e Teologia. Na consagração a Virgem Maria, segundo o Tratado de São Luís Maria Grignion de Montfort, descobriu um caminho fácil, rápido, perfeito e seguro para chegar a Jesus Cristo. Desde então, ensina e escreve sobre esta devoção, o caminho “a Jesus por Maria”, que é hoje o seu maior apostolado.