Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da noite

Para recuperar a paz interior e descansar com o coração unido a Deus

Meu Pai,
agora que as vozes silenciaram
e os clamores se apagaram,
aqui ao pé da cama
minha alma se eleva a Ti, para dizer:
Creio em Ti, espero em Ti,
e amo-te com todas as minhas forças,
glória a Ti, Senhor!

Deposito nas tuas mãos a fadiga e a luta,
as alegrias e desencantos
deste dia que ficou para trás.
Se os nervos me traíram,
se os impulsos egoístas me dominaram
se dei lugar ao rancor ou à tristeza,
perdão, Senhor!
Tem piedade de mim.

Se fui infiel,
se pronunciei palavras em vão,
se me deixei levar pela impaciência,
se fui um espinho para alguém,
perdão Senhor!

Nesta noite
não quero entregar-me ao sono
sem sentir na minha alma
a segurança da tua misericórdia,
a tua doce misericórdia
inteiramente gratuita.

Senhor! Eu te agradeço, meu Pai,
porque foste a sombra fresca
que me cobriu durante todo este dia.
Eu te agradeço porque,
invisível, carinhoso e envolvente,
cuidaste de mim como uma mãe,
em todas essas horas.

Senhor! Ao redor de mim
tudo já é silêncio e calma.
Envia o anjo da paz a esta casa.
Relaxa meus nervos,
sossega o meu espírito,
solta as minhas tensões,
inunda meu ser de silêncio e de serenidade.

Vela por mim, Pai querido,
enquanto eu me entrego confiante ao sono,
como uma criança
que dorme feliz em teus braços.
Em teu Nome, Senhor, descansarei tranquilo.

Amém.

 

 

(Frei Ignacio Larrañaga, manual de oração “Encontro”)

Para que tanto material teológico? O simples evangelho de Cristo não basta?

Uma resposta curta e clara para ajudar você a defender sua fé

– Estou cansado de todo esse material teológico. Por que nós não podemos ter apenas o simples evangelho de Jesus? Muita cabeça e pouco coração: esse é o problema do Cristianismo atualmente (Anônimo).

RESPOSTA

Continuar a ler

Como rezar ?

1427667_31525848Deus quer conversar conosco, quer ser tratado como um amigo. A grande preocupação do Criador, diz Santo Afonso de Ligório, “é fazer-se amado e a amar a todos”. O paciente Jó exclamava: “Que é o homem, para que faças caso dele e ponhas nele tua atenção?” (Jó 7,17).

Muitos cristãos têm receio de falar familiarmente com Deus, de sua vida, de seus problemas de dúvidas; isso não pode acontecer. Deus é o Pai mais bondoso e misericordioso que possamos imaginar. Explicando isso disse o profeta Isaias: “Os seus filhinhos serão levados ao colo, e acariciados sobre o seu regaço. Como toda mãe consola o seu filho, assim eu vos consolarei” (Is 66,12-13). Como a mãe gosta de levar seu filhinho no colo para ser alimentado e acariciado, assim Deus faz com os corações que dele se aproximam na confiança e sem medo.

Para estar conosco intimamente, Jesus inventou a Eucaristia, onde se torna pão e vida, companheiro de caminhada nosso. “Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e Eu nele” (João 6,56).

“Aquele que comer a minha carne viverá por Mim” (v.57). Podemos querer maior desejo de intimidade de Deus para conosco do que isso? Por isso temos de “amar a Deus sobre todas as coisas”. “O meu amado é para mim, e eu sou para Ele” (Ct 2,16). Deus não aceita ser o segundo em nossa vida; porque somos o primeiro para Ele. Continuar a ler

Rezar é por-se à disposição de Deus

orandobibliavela

Entre os homens que não rezam, ou rezam pouco ou mal, há os que não creem na oração e pensam que outras ocupações os reclamam, mais urgentes e mais úteis; os que lhe atribuem um poder mágico e a “utilizam” para tentar obter a satisfação de seus desejos, mesmo os mais materiais, e há ainda os que bem que queriam rezar, mas pretendem não poder ou não saber fazê-lo. Em todos esses casos, parece que o homem não situa a oração em seu verdadeiro nível, o de uma ação da fé. Apaixonado pela eficiência – e algumas vezes à sua revelia –pensa a oração em termos de rendimento humano, condena-se a não compreender, e ainda menos a não viver uma vida de autêntica oração. Entretanto, o mundo moderno tem uma imperiosa necessidade de que os homens de técnica sejam também homens de adoração, sem o que a técnica os aprisionará e acabará por esmagá-los.

Continuar a ler

Viver na presença de Deus

Se você está perdido, se já não sabe o que fazer na vida, é porque perdeu essa Luz divina que reside no teu ser. Faça silêncio e ouça a orientação que vem de Deus!

Este é o ponto mais importante da vida espiritual. Deus habita em nós desde o batismo (1Cor 3,15), desde que estejamos na graça de Deus; mas, infelizmente, nos esquecemos disso com muita facilidade. São Paulo disse aos filósofos gregos em Atenas, no areópago, que “em Deus nós existimos, nos movemos e somos” (At 17,28). Mas esquecemos.

Assim como o pássaro vive no ar, e nele voa e se desloca, assim nós fomos feitos para “viver mergulhados em Deus”. Sem o ar que o envolve o pássaro não consegue voar; no vácuo não teria a sustentação da resistência do ar e cairia; de nada lhe valeriam as asas.

Nós também, sem Deus não temos sustentação para viver em equilíbrio e paz, caímos. O mesmo vale para o peixe; ele vive na água; fora dela ele não pode se mover, respirar, e morre. É isso que acontece conosco quando nos afastamos da Presença de Deus. Como disse São Tomás, nos “aproximamos do nada”.

Deus está em todo lugar a todo tempo, pois é Onipresente. Então, esteja você onde estiver, fazendo qualquer atividade, boa ou má, Deus ai está. Não há como viver longe Dele. Precisamos meditar profundamente, o que diz o salmista: Continuar a ler

Meditando o Pai Nosso

400px-Rezando

“A oração dominical (Pai-Nosso) é a mais perfeita das orações. Nela não só pedimos tudo quanto podemos desejar corretamente, mas ainda segundo a ordem em quem convém deseja-lo. De modo que esta oração, não só nos ensina a pedir, mas ordena também todos os nossos afetos”. S. Tomás de Aquino

Continuar a ler

Como Maria pode ouvir as nossas preces?

Algumas pessoas perguntam como a Virgem Maria, e também os santos, podem ouvir as nossas orações, de tantas pessoas ao mesmo tempo, no mundo todo, e atender a todos simultaneamente. Será que ela é como Deus, onipotente ou onisciente?

o_socorro_da_virgem_mariaNão. Nada disso. Nossa Senhora não tem esses atributos divinos, mas acontece que ela e os santos estão em comunhão com Deus, então, participam desses dons divinos, mesmo sem tê-los naturalmente. Participam deles pela graça. Como assim? É através de Deus, com quem estão em comunhão plena, que eles ficam sabendo de nossos pedidos. Para Deus nada é impossível.

Outra coisa que é preciso entender é que na eternidade não há mais o tempo como aqui nesta vida terrena. Aqui tudo depende do tempo. Na eternidade não existe o tempo. É por isso que um teólogo – Karl Ranner – disse que “Deus é um instante que não passa”. Para Deus não há passado, presente e futuro, como para nós; para Ele tudo é só presente. O tempo faz existir o passado e o futuro; mas quando ele não existe, há só presente.

intercessao_culto_santosIsto significa que, em Deus, Nossa Senhora e os santos, não precisam de tempo para atender muitas pessoas que lhes pedem ajuda ao mesmo tempo. Aqui na terra, se você quiser atender, por exemplo, dez pessoas, com dez minutos para cada uma, vai precisar de cem minutos; mas na eternidade isso não é necessário porque não existe o tempo. Todos são atendidos no mesmo instante, algo que equivale a gastar na terra os cem minutos.

Mesmo aqui na terra o tempo é relativo. O Dr. Albert Einstein, Prêmio Nobel de Física, mostrou com a “Teoria da Relatividade” que o tempo de duração de um fenômeno, e também o espaço que ocupa, dependem da velocidade do objeto observado. Por exemplo, uma régua de 20 cm, parada, se for medida com uma velocidade próxima da luz (0,99 da velocidade da luz) terá seu tamanho apenas de 18,9 cm, ocupa menos espaço. Einstein mostrou também, no “paradoxo dos gêmeos” que se dois irmão gêmeos partirem para uma viagem ao redor da terra, um com velocidade normal, e outro com velocidade próxima da luz (0.99 c), quando ambos voltarem, o gêmeo que viajou com velocidade próxima da luz, chegará com menos idade que seu irmão; isto é, mais novo.

Ora, se o tempo é algo relativo já nesta vida; na outra é completamente diferente da nossa realidade. Isto explica um pouco como os Santos e a Virgem Maria podem atender os pedidos de todos, sem a dificuldade do tempo e do espaço, e sem precisarem ter os atributos de Deus. Quem lá chegar verá.

Prof. Felipe Aquino

Fonte: siet cleofas