Deus sempre vai atrás de sua alma, mesmo que você se afaste dele

JESUS,HANDS,HEAVEN

Shutterstock

Você já vivenciou isso?

Quando eu era criança, minha mãe me levou para conhecer uma de suas grandes amigas, a Beata Maria Romero Meneses. 

Eram tantos os milagres ao redor desta religiosa salesiana que milhares de pessoas a procuravam na Costa Rica para obter conselhos e pedir uma ajuda do céu.  

Ela enviava todos os devotos ao sacrário, aos pés de Jesus Sacramentado e os pedia confiança plena em Maria Auxiliadora. 

Lembro que, naquela tarde, havia centenas de pessoas esperando para falar com ela. Eu era uma criança e já tinham me contado que a irmã Maria não caminhava, flutuava. Coisas do povo… Eu, em minha inocência, ao vê-la passar me joguei ao chão para olhar debaixo de seu hábito e tentar constatar se ela estava mesmo flutuando. 

Enfim, os escritos de irmã Maria comovem a alma e nos levam ao Amor dos Amores. Ajudam-nos a encontrar um Deus misericordioso e justo, apaixonado pela humanidade. Veja o que ela nos deixou: 

“Quando Jesus ama uma alma, quando coloca nela seus olhos e seu coração, não há nada nem ninguém, no céu ou na terra, nem nos infernos, que seja capaz de arrebatá-la.”

“De tal maneira é o amor de Deus, de tal maneira é firme, que ninguém pode arrebatar a obra em que ele colocou seu selo próprio”. 

Confesso que a frase: “Ele sabe ir atrás de nossas almas” me deixa emocionado. Já aconteceu tantas vezes comigo… Tenho certeza que também aconteceu com você. Eu me afasto de Deus através dos meus pecados e logo Ele me lembra de sua presença amorosa: “Estou te esperando, Claudio”.

Aí eu faço uma boa confissão sacramental e volto para seu lado, caminho em sua presença.

Encanta-me saber que Deus é meu Pai, nosso Pai. 

Deus te abençoe!  

Uma oração para a hora do banho

WOMAN

By sirtravelalot | Shutterstock

Sim, até a hora do banho pode ser um momento de falar com Deus!

Continuar a ler

As promessas a santa Brígida – EB

santabr25c325adgidadesueciaEm síntese: As promessas atribuídas a Jesus em colóquio com Santa Brígida são revelações particulares, que não exigem fé, mas podem não ser aceitas por quem não veja aí as devidas credenciais. É de notar também que não se conquista a salvação sem contínua vigilância e fidelidade à graça divina.

Estão difundidas entre os fiéis católicos as promessas atribuídas a Jesus em colóquio com Santa Brígida (1302-1373). Sugerem um tipo de piedade que pode ser muito atraente, mas é discutível. A seguir, examinaremos mais atentamente a questão.

O TEXTO-BASE

Santa Brígida da Suécia (+ 1373) tornou-se viúva e fundou um mosteiro de monjas cistercienses. Recebeu valiosos dons do Senhor, entre os quais as seguintes promessas:

OS SETE PAI NOSSOS

Continuar a ler

Por que devemos, definitivamente, confiar em Deus?

PRAY; MAN

© Dream Perfection – Shutterstock

Compartilhar

O diretor espiritual de Santa Faustina explica

Grande parte de nossa vida espiritual é baseada em uma ação simples: confiar. Somos chamados a confiar em Deus, mas nem sempre é fácil. Acreditar em Deus implica um certo abandono. Precisamos colocar mais fé em Deus do que em nós mesmos.

O Beato Michael Sopocko, diretor espiritual e confessor de Santa Faustina, exortava a todos a confiar em Deus, mas reconhecia que as pessoas eram sempre hesitantes em relação a isso. Ele escreveu:

Continuar a ler

Você deixou de acreditar em Deus? Veja estas dicas para melhorar a sua relação com Ele

E lembre-se: “Deus é amor, não mágico”

Se alguém fala mal de mim, mas só me conhece pelas redes sociais ou simplesmente só ouviu falar de mim, eu não posso levar essas críticas a sério. Não posso deixar que as palavras me machuquem, pois a pessoa nem sequer me conhece. 

Penso nisso toda vez que alguém se queixa de Deus e ouço coisas como: 

Continuar a ler

O cristão é um outro Cristo

Pela fé e pelos Sacramentos nos tornamos membros do Senhor.

“Neste corpo, a vida de Cristo se difunde através dos crentes que os sacramentos, de uma forma misteriosa e real, unem a Cristo sofredor e glorificado” (LG 7).

sede_santosÉ por isso que todo batizado, todo cristão, é chamado a “conformar-se” com Cristo; isto é, assumir a forma de Cristo, tanto no sofrimento quanto na glória. É o que São Paulo dizia a São Timóteo:

“Eis uma verdade absolutamente certa: Se morrermos com ele, com ele viveremos. Se soubermos perseverar, com ele reinaremos” (2Tm 2,11).

Diziam os Santos Padres da Igreja: “Christianus alter Christus”, isto é, o cristão é um outro Cristo, exatamente por ser membro do Corpo de Cristo e viver do Seu mesmo Espírito. É por sentir-se realmente membro de Cristo que São Paulo afirmava:

Continuar a ler