Sexta-feira da Misericórdia, Papa visita doentes com Alzheimer

Visita surpresa do Papa Francisco no “Villagio Emanuele”, uma estrutura no bairro romano Bufalotta que abriga pessoas com a doença de Alzheimer
2019-04-12-venerdi-misericordia-1555079628722.JPG

Amedeo Lomonaco – Roma, Villagio Emanuele

Continuar a ler

O dia em que o Papa visitou e pediu perdão a ex-prostitutas pelos católicos

POPE FRANCIS

Antoine Mekary | ALETEIA | I.Media
Fonte: Redação da Aleteia

“Peço perdão pelos católicos que exploraram vocês”, disse ele a vítimas de tráfico humano e exploração sexual

As “Sextas-Feiras da Misericórdia” são uma iniciativa criada e praticada pelo Papa Francisco para levar à prática no dia-a-dia as 14 Obras de Misericórdia.

Na Sexta-Feira da Misericórdia de agosto de 2016, Francisco visitou a Comunidade Papa João XXIII, que acolhe mulheres libertadas da prostituição forçada. A maioria vem dos Bálcãs e da África. Todas elas sofreram brutalidades físicas e vivem hoje sob proteção, pois escaparam de seus captores.

O Papa disse às jovens:

“Peço perdão por todos os católicos e fiéis que exploraram, abusaram e violentaram vocês”.

Confira o relato que ele mesmo fez sobre essa experiência dilacerante:

“Visitei as mulheres que estão sendo resgatadas do sofrimento da prostituição. Lembro-me de uma africana: muito bonita, muito jovem… e explorada. Ela estava grávida. Não apenas tinha sofrido a exploração como ainda tinha sido forçada a sofrer agressões e torturas. ‘Tem que ir trabalhar’…

Quando ela me contou a sua história, havia outras 15 moças me contando as delas. Uma dizia: ‘Padre, eu dei à luz na rua, no inverno. Sozinha. A minha menina morreu’. Eles a obrigaram a trabalhar até aquele dia, porque, se ela não levasse um bom dinheiro aos exploradores, era espancada e até torturada. De outra moça eles cortaram a orelha…

Eu pensei não só nos exploradores, mas naqueles que pagavam as moças: será que eles não sabem que, com aquele dinheiro, para obter uma satisfação sexual, estavam ajudando os exploradores?”

3 motivos para irmos à Confissão com alegria em vez de medo

Compartilhar

Papa na Casa Santa Marta: há a misericórdia de Deus, mas também a sua ira

Não se deixe vencer pelas paixões, não espere para converter seu coração a Deus. O Papa Francisco, na homilia da missa matinal na Casa Santa Marta, convida a fazer todos os dias o exame de consciência, uma breve avaliação das ações que realizamos porque “nenhum de nós tem certeza de como a vida vai acabar”.

Continuar a ler

Existe um caminho para a reconciliação?

O que significa a reconciliação?

Pregar a reconciliação num mundo como o nosso, onde o rancor e a vingança vão ganhando espaço nos corações, é uma grande e difícil tarefa. Na maioria das vezes, o gosto é amargo, mas não é impossível! Reconciliação significa realizar um acordo entre as partes numa comum unidade e entendimento. Porém, o verbo grego tem uma força de expressão maior: indica a passagem de um estado para outro.

Existe um caminho para a reconciliação?

Foto ilustrativa: Wesley Almeida/cancaonova.com

Continuar a ler

Pe. Zezinho: o que o Natal tem a ver com justiça e misericórdia

BAMBINO, LANTERNA, NATALE

Shutterstock
Compartilhar

“Duas virtudes que não funcionam separadas: não se faz justiça sem misericórdia e não se faz misericórdia sem justiça”

Continuar a ler

A alegria de ocupar o último lugar

“Ocupemos o último lugar. Ninguém brigara convosco por causa dele”.

“Quando fores convidado para uma festa, não ocupes o primeiro lugar. Pode ser que tenha sido convidado alguém mais importante do que tu, e o dono da casa, venha te dizer: dá o lugar a eles. Então ficarás envergonhado e irás ocupar o último lugar. Mas, quando fores convidado, vai senta-te no último lugar. Assim quando chegar quem te convidou, te dirá: ‘Amigo, vem mais para cima’. E isto vai ser uma honra para ti diante de todos os convidados”.

Continuar a ler

Pe. Zezinho sobre o assassino na catedral: “Oremos por ele. Cristão não odeia”

Padre Zezinho catedral Campinas

Padre Zezinho / Catedral Metropolitana de Campinas (Reprodução)
Compartilhar

Continuar a ler