Oração de comunhão espiritual para quando você não puder participar da Missa

PRAYER

Shutterstock

Uma maneira de expressar o desejo sincero de estar em união com Deus

Pode ser difícil para quem está em casa em quarentena (ou até mesmo em um hospital) perder a Missa no domingo. Você deseja muito receber Jesus na Eucaristia, mas é fisicamente incapaz de assistir à Santa Missa

A boa notícia é que pessoas incapazes de receber a Eucaristia ainda podem participar dela, oferecendo uma oração de “comunhão espiritual”. É uma maneira de expressar seu desejo sincero de estar em união com Deus, embora não seja capaz de recebê-lo sacramentalmente na Missa.

Aqui está uma breve oração que reflete esse desejo de se unir a Deus de uma maneira especial.

Ó meu divino Jesus, quão grande é meu desejo de receber Vosso corpo sagrado!  Entrai agora em minha alma, ao menos através de uma comunhão espiritual! Ó Jesus, meu divino Salvador, salvai-me. Ó meu Deus, eu entrego minha alma em Vossas mãos, recebei-a no seio da Vossa misericórdia. Amém.

Santos que tiveram de viver sem a Eucaristia

EUCHARIST

Essas histórias nos ajudarão a ver de outra forma nosso jejum momentâneo do Corpo e Sangue de Cristo

Com as dioceses de todo o mundo cancelando as missas públicas nas próximas semanas, muitos católicos já estão se sentindo famintos da Eucaristia. Continuar a ler

Por que o padre coloca um pedaço da hóstia no cálice?

EUCHARIST

wideonet | Shutterstock
Philip Kosloski

O simbolismo desse ato lembra a unidade da Igreja e a conexão espiritual entre cada celebração

Você já deve ter notado: durante a Missa, no rito romano, o sacerdote quebra uma pequena parte da hóstia consagrada e a coloca no cálice do vinho consagrado. É um ritual silencioso, que pode passar despercebido, pois acontece muito  rapidamente. Embora seja uma ação muito breve, o simbolismo por trás disso é profundo.

De acordo com Nikolaus Gihr no livro “O Santo Sacrifício da Missa” (The Holy Sacrifice of the Mass), o gesto de colocar uma pequena partícula da hóstia no cálice tem raízes na Igreja Primitiva e é um costume que lembra a unidade com o Papa e o bispo local. Diz o autor:

A participação no mesmo Santo Sacrifício era considerada um sinal e penhor da Comunhão eclesiástica. Para provar e manter isso mutuamente, papas e bispos enviavam a outros bispos ou sacerdotes partes de Hóstias Consagradas conservadas no cálice… Esse costume existia em Roma até o século IX. Ali, o papa, aos domingos e festas, enviava aos padres encarregados do serviço divino nas igrejas da cidade a Eucaristia como símbolo de comunhão com o chefe eclesiástico e como um sinal de que eles tinham o poder de celebrar.

Era um lembrete visível e concreto de que eles estavam unidos ao papa e aos bispos cada vez que celebravam a Missa.

Além disso, outro aspecto desse ritual era lembrar a unidade da celebração da Missa, que é uma reapresentação do sacrifício de Jesus na cruz. Os católicos acreditam que Jesus não é sacrificado repetidamente em cada Missa, mas que a Eucaristia é uma representação mística daquele sacrifício que ocorreu no Monte do Calvário.

Continua o autor:

Por essa razão, os historiadores acreditam que por alguns séculos houve duas partículas no cálice: uma do papa / bispo e outra de uma celebração anterior.

O simbolismo desse ato também aponta para a unidade do corpo e do sangue de Jesus, pois a hóstia e o vinho consagrado contêm toda a presença de Jesus (corpo, sangue, alma e divindade).

É um lembrete de que cada gesto do padre na Missa está enraizado em 2.000 anos de história e tradição que nos ensinam muitas verdades espirituais profundas.

3 erros (e 3 acertos) que cometemos durante a oração

Felizmente, a Igreja nos ajuda a encontrar as atitudes certas em relação ao modo como rezamos

Continuar a ler

Papa na Santa Marta: há uma festa quando a Palavra chega ao coração

O encontro com a Palavra de Deus nos enche de alegria e essa é a nossa força. Foi o que recordou o Papa Francisco na Missa celebrada na Casa Santa Marta, enfatizando que não se pode entender a festa do domingo sem a Palavra de Deus.

Debora Donnini – Cidade do Vaticano

Abrir o coração para o encontro com a Palavra de Deus que nos alegra. Esta é a exortação que o Papa Francisco fez esta manhã na homilia da Missa celebrada na Casa Santa Marta. O Papa convida, portanto, a ouvi-la com atenção, sem deixar que a Palavra entre por um ouvido e saia pelo outro.

Sua reflexão se desenrola a partir da Primeira Leitura da Liturgia de hoje, extraída do Livro de Neemias (Ne 8,1-4a.5-6.7b-12). É a “história do encontro do povo de Deus com a Palavra de Deus. É tudo uma história de reconstrução”.

1570081339184.JPG

A referência é ao contexto em que acontece a história narrada: a reconstrução do Templo e o retorno do exílio. Neemias, o governador, fala com o sacerdote e o escriba Esdras para “entronizar” a Palavra de Deus: todo o povo se reúne na praça em frente à porta das Águas. O sacerdote Esdras leu: “ele abriu o livro à vista de todo o povo. E, quando o abriu, todo o povo ficou de pé.”

Continuar a ler

O Papa: o bispo deve estar próximo do povo de Deus para não cair em ideologias

Na missa na Casa Santa Marta, Francisco pede orações pelos sacerdotes e bispos, exortando-os a quatro “formas” de proximidade.

Debora Donnini – Cidade do Vaticano

Os bispos estejam próximos a Deus com a oração, a seus sacerdotes, próximos entre si e, por fim, ao povo de Deus. Este é o caminho que o Papa Francisco indicou esta manhã (20/09) na homilia da missa na Casa Santa Marta. A sua reflexão foi inspirada nas leituras da Liturgia de ontem e hoje, concentrando-se nos conselhos que o apóstolo Paulo dá ao jovem bispo Timóteo: conselho que prosseguem, depois, também na segunda Carta. Continuar a ler

Por que dizemos “Por Nosso Senhor Jesus Cristo…” ao final das orações?

YOUNG,MAN,MASS

Entenda a sua fé!

Não é sem motivo que a Igreja Católica o repete, por causa do mistério “do mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem, sacerdote segundo a ordem de Melquisedec, que com seu próprio sangue entrou uma vez por todas no santuário, não feito por mãos de homens, figura do verdadeiro, mas no próprio céu, onde está à direita de Deus e intercede por nós”. Continuar a ler

Breve guia para organizar a bolsa para ir à Missa com crianças

TATJANA SPLICHAL | DRUŽINA

Estes brinquedos e atividades podem salvar sua sanidade neste domingo

Continuar a ler