A lei da inércia e o retorno à Missa

MASS

Miguel MEDINA | AFP

Apesar de todo o seu poder, a inércia não é a maior força do universo. Nosso livre-arbítrio é mais forte. Por isso, precisamos vencer a inércia e voltarmos – com segurança – à Missa

Continuar a ler

Papa: hoje precisamos de testemunhos de que o Evangelho é possível

 

“A profecia nasce quando nos deixamos provocar por Deus: não quando gerimos a própria tranquilidade, mantendo tudo sob controle. Não nasce de meus pensamentos, não nasce de meu coração fechado. Nasce se nós nos deixamos provocar por Deus. Quando o Evangelho inverte as certezas, brota a profecia. Só quem se abre às surpresas de Deus é que se torna profeta (…). Hoje precisamos de profecia, de verdadeira profecia: não discursos que prometem o impossível, mas testemunhos de que o Evangelho é possível.”

Continuar a ler

Papa: com Jesus, podemos nos imunizar contra a tristeza

1592123213879.JPG

No altar da cátedra da Basílica Vaticana, o Papa Francisco presidiu à missa no dia em que a Itália celebra a Solenidade de Corpus Christi. Jesus se faz presente “na fragilidade desarmante da Hóstia”.

Bianca Fraccalvieri – Cidade do Vaticano

Continuar a ler

O Papa reza pelos desempregados. O Espírito faz a compreensão da fé crescer

 

Na Missa esta segunda-feira (11/05) na Casa Santa Marta, no Vaticano , o Papa rezou pelos que sofrem porque perderam o emprego neste período e recordou o aniversário da descoberta do corpo de São Timóteo, encontrado na Catedral de Termoli – região italiana de Molise. Na homilia, afirmou que o Espírito Santo nos ajuda a compreender sempre mais aquilo que Jesus nos disse: a doutrina não é estática, mas cresce na mesma direção

Vatican News

Continuar a ler

Coronavírus: como iremos à missa agora?

HARALD TITTEL / DPA / dpa Picture-Alliance via AFP

A reabertura das igrejas será realizada com critério e sabedoria no mundo. Veja na galeria de fotos como isso está sendo feito em alguns lugares

Tendo ultrapassado o “pico” de infecções do Covid-19, lentamente volta-se à normalidade, para levar uma vida sem confinamentos, embora tudo ocorra de maneira escalonada, seguindo as diretrizes estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde e que todos os países aceitaram.

O mesmo vale para a reabertura de templos, igrejas e adoração. Há um grupo de países que reabriram normalmente. São os países cujo índice de pessoas infectadas pelo coronavírus é muito baixo ou inexistente e a mortalidade praticamente nula. Boa parte desses países está na Ásia, onde começou a pandemia. São os casos de Coreia do Sul, Japão, Vietnã. Há ainda Chile, Panamá e Polônia, Paraguai, Israel, entre outros.